Arquivos

jejum intermitente
ALIMENTAÇÃO,

O que é o jejum intermitente?

o jejum intermitente não é uma dieta, mas, sim, um modo de vida em que se concentra as refeições numa determinada janela horária do dia e se respeita um período longo, no mínimo de 12 horas, sem comer. Esta prática constitui uma ferramenta não farmacológica no controlo de inúmeras doenças crónicas.

Encontrei o amor onde menos esperava
WORK-LIFE BALANCE,

Encontrei o amor onde menos esperava

“Encontrei o amor onde menos esperava” é o meu regresso ao romance. É um livro que fala de amor, de descoberta, de recomeço, de amizade, de partilha e de mudança. Uma enorme aventura, que tem como cenário o Alentejo e como protagonista uma mulher em busca da felicidade.

Macrobiótica
ALIMENTAÇÃO,

Livro Base da Macrobiótica

O “Livro Base da Macrobiótica – O caminho para a felicidade através da alimentação” é o meu primeiro livro. A minha intenção quando o escrevi foi a de inspirar a uma vida mais saudável, respeitando a forma como nos alimentamos, como cuidamos da nossa saúde e do nosso corpo.

Doutor preciso de ajuda
SAÚDE,

Doutor, preciso de ajuda!

Dor de cabeça? Náuseas? Congestão nasal? “Doutor, preciso de ajuda!” é o livro que reúne dicas e conselhos para mais de 40 sintomas comuns. Aprenda a reconhecer a gravidade e como agir em cada situação.

Segredos dos Melhores Profissionais
WORK-LIFE BALANCE,

Segredos dos Melhores Profissionais

“Segredos dos Melhores Profissionais” é um livro indicado para quem quer ser (ainda) melhor naquilo que faz. São 52 entrevistas a profissionais de excelência nas respectivas áreas, que ajudam qualquer pessoa a obter as ferramentas necessárias para conseguir uma carreira feliz.

segunda oportunidade
WORK-LIFE BALANCE,

Segunda oportunidade

Hoje, com a minha aldeia e os meus cães, com o meu jardim e o meu pomar, com os meus livros e os meus leitores, com os meus amigos – hoje, sou um homem feliz. Quando é que eu teria usado em público essas palavras, “um homem feliz”, nos tempos de Lisboa? Mesmo que fosse realmente feliz: que vergonha teria sido usar tais termos – que falta de gosto, que irresponsabilidade…?